mais do mesmo

E de repente tive vontade de escrever aqui. Nem demorei tanto pra voltar, né? Na real já tive muita vontade de escrever em novembro, quando era meu aniversário e eu como em todos os anos fico cheia de mimimis. Culpo o inferno astral, as expectativas altas sobre o dia 11/11 e fico reclamando da vida. Bom, pra resumir esse ano não fiz festa. No tal dia meus pais e minha irmã vieram aqui e fomos tomar café na padaria. Eu estava concentrada em não esperar nada de verdade, só queria que o dia acabasse tranqüilo com algumas risadas e alguns risoles com as pessoas que mais amo. Estava tudo muito bem, tudo muito bom, até que uma amiga da mãe ligou para avisar que o netinho dela tinha tido uma convulsão e estava na UTI.  Que ótimo,  todo mundo preocupado e triste por causa do guri, e a festa-não-festa acabou. E não que eu seja insensível nem nada assim, mas mesmo quando eu não esperava nada do meu aniversário, ele acabou pior do que o pré-suposto.  Já tenho medo do ano que vem, afinal desde muito pequena espero pelo 11/11/11 e já faz tempo que aprendi que minhas expectativas nesse assunto não dão certo nunca.

Outra vez final de ano. Todo mundo falando de Natal, inclusive alguns falando em como detestam essa época. Eu gosto, ainda que cada vez tenha menos paciência e queira logo me livrar de toda correria. Todos falando em férias, e as minhas ainda longe. Como sempre com a cabeça cheia de planos, e como sempre cheia de caraminholas a mais do que deveria.  Listando as mesmas resoluções de ano novo de sempre, já sem esperança de cumprir alguma delas um dia. Como sempre me decepcionando comigo por esperar das pessoas comportamentos espelhados nos meus. Chorando por bobagens.  Sorrindo com algum esforço. De vez em quando dando algumas gargalhadas sinceras. Dormindo cada vez pior. Xingando o calor. Falando sozinha. Sentindo saudades da infância. Saudade dos que já se foram. Vontade de ver alguns amigos. Desejo de chocolate. Desespero por emagrecer sem conseguir parar de comer.  Vontade de passar ano novo na beira da praia. Necessidade de abraço.

Viu? Nenhuma novidade no front.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: